fbpx

Verruga Genital

A verruga genital é um dos tipos mais comuns de infecções sexualmente transmissíveis. É causada pelo papilomavírus humano (HPV) e, certamente, todos os indivíduos serão infectados em algum momento da vida. As mulheres, de fato, são mais propensas a captar o vírus e desenvolver as verrugas do que os homens.

 

Veja também:

 

Esse tipo de verruga aparece nos tecidos úmidos da região genital. Assim, podem ser pequenas como um pequeno caroço ou grandes, assim como uma couve-flor. Há casos que são tão pequenas que não é possível notar a olho nu.

Há mais de quarenta tipos diferentes de cepas de HPV que atingem especificamente essa área. No entanto esse tipo é transmitido apenas por meio de contato sexual. Em muitos casos, o sistema imunológico mata o vírus e o organismo não desenvolve nenhum sintoma da infecção.

 

Fatores de risco para ter verruga genital

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde os fatores que aumentam as chances de infecção são:

  • Ter relações sexuais sem a devida proteção com diversas pessoas;
  • Ter outro tipo de infecção sexual transmissível;
  • Ter realizações com pessoas que você não conhece o histórico;
  • Se tornar sexualmente ativo muito jovem.

verruga genital

Em mulheres, é comum que se cresça na vulva (parte externa), entre a vagina e o ânus, no canal anal, bem como no colo do útero. No caso de sexo oral, pode-se desenvolver esse tipo de verruga na boca ou na garganta.

  • Inchaço na região
  • Várias verrugas unidas que formam uma couve-flor
  • Coceira ou desconforto
  • Sangramento durante a relação sexual

Caso o paciente sinta qualquer um dos sintomas citados é indicado procurar um ginecologista especialista para realizar exames como, por exemplo, o teste do HPV ou o Papanicolau para detectar a doença. E, assim, realizar o melhor tratamento para cada caso. Nesse sentido, pode incluir medicamentos de uso tópico, para passar sob a região, ou até cirurgia para remover as verrugas maiores que não respondem aos remédios.