fbpx

Melasma

O melasma é um distúrbio que ocorre devido ao excesso de melanina presente em uma determinada área. Nesse sentido, caracteriza-se pela formação de manchas escuras na testa, bochechas, nariz, região logo acima dos lábios e o colo. Mas, em alguns casos, pode afetar a face toda.

 

Veja também:

 

As causas ainda não são totalmente esclarecidas, mas os médicos especializados acreditam que fatores como a alta exposição solar, distúrbios hormonais ou a predisposição genética podem contribuir para a condição. Além disso, o aparecimento do melasma é mais comum em mulheres de vinte a cinquenta anos.

Ao perceber qualquer tipo de mancha escura na pele é recomendado buscar um dermatologista especializado. Pois ele é quem indicará um tratamento específico que clareie a pele e amenize as marcas. Assim como irá sugerir métodos preventivos contra novas manchas.

Tratamentos

O melasma é uma doença que não tem cura efetiva, mas pode ser controlada fazendo com que as manchas desapareçam. Dessa maneira, alguns cuidados devem ser tomados para evitar o aparecimento. Como, por exemplo, o uso de filtro solar, pois ele previne novas manchas. Manter o corpo hidratado também é importante.

Em caso de manchas já evidentes na pele, alguns tratamentos estéticos podem minimizar os efeitos, como:

  • Peeling: Existem tipos deste diferentes de peeling, e todos apresentam vantagens e profundidades específicos para cada caso. Os mais comuns são os peelings químicos, que tratam a pele com ácidos que retiram a camada danificada; e os peelings mecânicos de cristal ou diamante, que promovem uma esfoliação com equipamentos próprios para essa finalidade. Estes removem marcas e melhoram o aspecto cutâneo;
  • Laser ND Yag: é um dispositivo que emite pulsos de energia de alta penetração em espaços de tempo muito curtos (nano segundos). O laser procura pigmentos de melanina e destrói as manchas sem afetar a epiderme. É um processo seguro, quase indolor e, geralmente, não deixa feridas na pele.