fbpx

Hemangioma

O hemangioma é uma má formação vascular que se apresenta em forma de um tumor benigno. Seu desenvolvimento acontece quando há o crescimento anormal de células maduras sem capacidade de invadir outros tipos de tecidos e órgãos do corpo. Portanto, é um acúmulo de vasos sanguíneos em uma mesma área. É comum na infância e logo após o nascimento já pode ser visível na criança.

 

Veja também:

 

As meninas apresentam mais esse tipo de doença do que meninos, especialmente em casos de bebês nascidos prematuramente, com baixo peso e em casos que, durante a gestação, a mãe fez exames invasivos, como aspiração de líquido amniótico.

Trata-se de uma lesão única ou em vários pontos do rosto, pescoço, peito e costas do recém-nascido. O hemangioma tem como característica principal crescer durante o primeiro ano de vida da criança. Além disso, a média de tamanho é de até 26 milímetros, mas tende a diminuir e desaparecer com o passar dos anos, geralmente até os 10 anos.

A doença de pele é avermelhada ou azulada, normalmente é sensível ao toque, podendo se transformar em ferida. No entanto, em geral, são indolores e não há como se prevenir.

Hemangioma

Tratamentos

Quando o paciente nota qualquer tipo de lesão de pele no próprio corpo ou na pele dos filhos, indica-se buscar um profissional dermatologista rapidamente para receber o diagnóstico corretamente. Ele é realizado por meio de observação clínica durante a consulta.

De acordo com as características, podem ser solicitados exames adicionais para um diagnóstico mais preciso, já que as lesões podem ser muito extensas. Assim como podem apresentar sangramento excessivo ou ainda desenvolver uma infecção na área.

Os dermatologistas costumam prescrever o beta bloqueador, que atua evitando o crescimento e apressando o desaparecimento da pele. Outra opção para os casos mais graves é o laser transdérmico, que complementa o tratamento com remédio tópico. Mas, esse só é recomendado em adultos, pois em crianças a doença pode desaparecer sozinha.