fbpx

Correção de cicatriz de acne

A acne é uma doença de pele que afeta principalmente os adolescentes, mas também pode atingir os adultos. Principalmente mulheres entre vinte e trinta anos de idade. Alguns indivíduos podem desenvolver as formas mais graves, gerando sequelas cicatriciais. Como, por exemplo, machas e alterações na superfície da pele. Uma série de tratamentos podem ser indicados para a correção de cicatriz de acne, mas cada um deles depende de cada caso. Assim, uma mesma pessoa pode precisar de diferentes tipos de procedimentos para alcançar o melhor resultado.

 

Veja também:

 

É preciso ter cautela com os resultados. Pois, se for necessário combinar tratamentos pode demorar mais, apesar de a melhora demorar, os resultados são duradouros.

cicatriz de acne

Tratamento

  • Dermoabrasão: este tratamento consiste em um lixamento da pele para promover o crescimento de um novo tecido, mais indicado para os casos em há cicatrizes mais profundas, como as que tem as bordas delimitadas. Trata-se de uma técnica dolorosa, que deve ser realizada somente com anestesia.
  • Peeling químico: podem ser superficiais, médios ou mais profundos, feitos de acordo com o grau de profundidade que se pretende atingir. Quanto mais profundo for o tratamento mais aparente serão os resultados, assim como os desconfortos durante a sessão. No caso dos superficiais, devem ser repetidos e realizados em pequenos intervalos. Além de clarear as manchas, o peeling também melhora a textura da pele.
  • Excisão e sutura simples: realizada para retirar as cicatrizes com bordas irregulares, em que após a aplicação da anestesia é retirada a cicatriz com um bisturi. A cicatriz da remoção é mais uniforme, com resultado estético melhor.
  • Preenchimento cutâneo: são injetadas substâncias abaixo da cicatriz. Os preenchedores podem ser tanto temporários, como o ácido hialurônico, que dura em média um ano, ou os definitivos como o metacrilato. É uma técnica tolerável para a maioria das pessoas, nos casos mais sensíveis pode-se optar por um creme anestésico anterior.
  • Subcisão: é feita nas cicatrizes deprimidas e profundas, principalmente naquelas que não desaparecem quando a pele é esticada. A técnica é realizada com anestesia local e uma agulha que corta o tecido fibroso soltando a pele, dependendo do caso podem ser necessárias várias sessões.