Tratamento de Melasma

Existem alguns métodos para tratamento de Melasma, mas, antes de falar sobre eles, entenda o que é a doença.

Melasma consiste em uma condição de pele na qual manchas acastanhadas e amarronzadas se desenvolvem. Elas surgem, principalmente, no rosto, colo e braços. Dessa maneira, as manchas passam a ser percebidas quando a pele começa a escurecer em determinados pontos do rosto ou corpo com formato irregular.

 

Veja também:

 

Nele, há um depósito exagerado de melanina, pigmento que constitui cor escura para a pele. O organismo estimula o melanócito a produzir esse pigmento. Uma vez que for estimulado, o hormônio não desaprende a produzi-lo.

Não existe somente um motivo para o surgimento da doença. Mas alguns fatores podem contribuir além da exposição solar. Como,  por exemplo, alterações hormonais, uso de anticoncepcionais, medicamentos para reposição hormonal, estresse, traumas e queimaduras. Além disso, o aparecimento é mais comum no rosto de mulheres jovens e morenas.

Tipos de tratamento de Melasma

O melasma é uma doença de pele que ainda não tem cura. Mas alguns procedimentos podem controlar as manchas e até mesmo eliminá-las. No entanto, para saber qual é o melhor tipo para o seu caso, procure um médico especialista que fará o melhor diagnóstico.

  • Laser: este tratamento libera energia baixa, de até 3mJ, e o pulso é mais rápido do que o convencional. Assim, emite a luz em nanosegundos. Essa combinação faz com que o pigmento da melanina seja destruído;
  • Peeling: a técnica tem como objetivo uniformizar e clarear o tom da pele. Durante a sessão, é usada uma solução desengordurante, com ácidos e ativos clareadores para diminuir a intensidade das marcas;
  • Luz intensa pulsada: A luz intensa trabalha com os dois níveis da pele: superficial, reduzindo significativamente as manchas, sardas e hiperpigmentação; e no plano profundo, em que há o estímulo de colágeno;
  • Microagulhamento: o procedimento utiliza um aparelho específico com diversas agulhas muito finas. Portanto, ao picarem levemente a cútis, provocam um sangramento suave. Dessa forma, estimula fatores de crescimento naturais que clareiam e tonificam a pele.