fbpx

Calvície

A calvície consiste em um afinamento progressivo dos fios capilares, causado principalmente por fatores genéticos e a ação do hormônio da testosterona em cada um dos folículos pilosos. Acredita-se que atinja toda a população, com cerca de 80% dos homens e 50% das mulheres durante algum período da vida.

A calvície em si não provoca a queda capilar, mas afina e induz a atrofia da raiz. Desse modo há o desaparecimento progressivo dos fios.

 

Veja também:

 

 

As mulheres também podem desenvolver a condição, desde que tenham os hormônios aumentados. Seja por conta de ovários policísticos ou de tumores do ovário. Nesse sentido, quando o foco do problema for tratado, há a reversão do quadro.

Geralmente, a queda capilar tem início entre 17 e 23 anos e as falhas começam nas laterais e vão em direção ao topo da cabeça. Os motivos para a perda de cabelo são principalmente dois: a hereditariedade e a presença dos hormônios masculinos. Nos dois casos ocorre a atrofia dos folículos capilares e estimula a queda definitiva. Excesso de produtos químicos, carência de vitaminas e fibras, oleosidade, alimentação deficiente e estresse também podem influenciar.

O diagnóstico é essencialmente clínico, ou seja, feito apenas através do exame físico. A dermatocospia é um exame que verifica e visualiza a condição em que os fios estão e com isso há o diagnóstico. Podem ser realizados a biopsia, tricograma e videodermatoscopia de acordo com o paciente.

calvície

Tratamento

Já existem no mercado algumas opções disponíveis e eficazes para tratar a calvície, mas é o especialista quem irá decidir de acordo com cada caso.

  • Minoxidil: medicamento que melhora a fase de crescimento e espessamento dos fios.
  • Finasterida: age diretamente em uma enzima e então diminui o hormônio DHT, que é causador do afinamento do fio.
  • Corticoide: é injetado na pele para promover estímulos capilares.