fbpx

Quem nunca viu ou ouviu falar dos famosos vasinhos arroxeados nos membros inferiores. Seja pelo incômodo doloroso ou então pelas causas estéticas. Mas você sabe o que realmente são?

Veja também:

Conceitualmente, varizes são veias superficiais dilatadas e tortuosas que perderam a sua principal função, o retorno do sangue dos membros inferiores ao coração. Varizes, ou simplesmente vasinhos como são chamados, são definidos por graduações de um mesmo problema – a Insuficiência Venosa Crônica (IVC). A diferença está na localização da pele e seu diâmetro.

Sem dúvida é um problema de alta prevalência mundial. Acomete no Brasil, aproximadamente, 41 a 62% das mulheres e 13 a 37% nos homens.

Quanto aos fatores de risco, muitos têm sido atribuídos ao aparecimento das varizes. Dentre os quais merecem destaque a gravidez, obesidade, idade avançada, fatores genéticos e sedentarismo. Assim como a postura e profissão exercidas, principalmente as que se caracterizam por uma longa permanência em pé ou sentados.

De fato, a principal motivação para o tratamento é a estética. Mas, em alguns casos, estas alterações podem significar um problema maior de circulação. Além disso, pode resultar na formação de inchaço, pequenos trombos e até mesmo feridas.

Método inovador no tratamento de vasinhos e varizes

Atualmente, o mais moderno e inovador método de tratamento para vasinhos, microvarizes e varizes em alguns casos, é o CLaCS (Crio-laser & Crioescleroterapia). Esta técnica foi desenvolvida pelo Dr. Kasuo Miyake e já utilizada em mais de 20 países. Combina e potencializa a ação de dois métodos individualmente: o laser transdérmico e a glicose hipertônica, adjunto a anestesia tópica com jato de ar gelado sobre a pele.

As principais vantagens do CLaCS são:

  • Não precisa de repouso após o procedimento;
  • Menor número de sessões para eliminar os vasinhos;
  • Reduz a dor;
  • Não há limitação de atividade física.
  • Substitui a cirurgia convencional em alguns casos;

Resultados

O paciente observa uma melhora de 50 a 60% já na primeira sessão e de até 80% na segunda. As sessões duram, em média, 30 minutos cada.

Pós-procedimento

Os efeitos colaterais são pequenos, mas podem existir, podendo apresentar manchas e feridas após o tratamento, de leve graduação e com grande chance de resolução espontânea com o decorrer do tempo. Pode ser indicado para pessoas que estejam bronzeadas, mas deve ser sempre individualizado.

As recomendações variam de acordo com o paciente, mas, em geral, é necessário evitar exposição ao sol por, pelo menos, 15 dias.

Aqui na Clínica Dr. Amilton Macedo, o CLaCS é realizado pelo Dr. César Navarro, com a mais alta qualidade. Entre em contato conosco e agende uma avaliação.

vasinhos